Menu

quinta-feira, 17 de março de 2016

MEDUSA

A Medusa é uma figura do mundo mitológico da Grécia Antiga. Representada por uma mulher com enormes serpentes na cabeça, possuía também presas de bronze e asas de ouro. As lendas e mitos gregos contavam que ela tinha o poder de transformar em estátuas de pedra as pessoas que olhassem diretamente em seus olhos. Era uma das três irmãs górgonas, porém, ao contrário das outras duas (Euriále e Esteno), Medusa era mortal. Era filha de Ceto e Fórcis (divindades marinhas). Assim como suas outras duas irmãs, foi transformada em monstro pela deusa Atena. 
Foto: pesquisa Google - Medusa
Na Grécia Antiga, quase todas as pessoas tinham muito medo da Medusa. De acordo com a mitologia, ela habitava o extremo ocidente da Grécia, em companhia de suas irmãs.

Na mitologia grega, Medusa foi morta pelo herói Perseu. Usando seu escudo de bronze bem polido, olhou para ela através do reflexo para não ser transformado em pedra. 

O herói Perseu é uma figura posteriormente inserida pela mitologia grega. Ele recebe a tarefa de matar Medusa, com o objetivo de entregar ao rei Polidete sua cabeça, para que este a presenteie ao rei de Pisa, Énomao, que assim lhe concederá a mão de sua filha, Hipodâmia. Ajudado por Atena e por algumas ninfas africanas, ele recebe um elmo que o torna invisível, um escudo de bronze para poder mirar a Górgona sem ser petrificado e um par de sandálias aladas, que lhe permitem maior leveza e mobilidade. Assim ele vence os obstáculos e obtém a prenda desejada, a qual é protegida numa bolsa envolta em magia, a qual preserva Perseu e outros do olhar petrificador, que preserva seu poder mesmo depois da morte da divindade.

Quando a cabeça da Medusa é cortada, nascem de seu pescoço Pégaso, o cavalo alado, e Crisaor, filhos de Poseidon. O sangue da deusa é presenteado a Esculápio, divindade portadora do dom da cura, fundador da Medicina, o que revela o poder igualmente positivo e curador da Górgona, não apenas destrutivo; isto lhe confere um certo equilíbrio. Perseu faz da cabeça de Medusa uma arma, derrota assim o gigante titã que o ameaça, e imobiliza o rei Polidete e sua corte, entregando a cabeça monstruosa para Atena, que a transforma em tótem, o qual a protege contra seus adversários e contra toda maldade.

‘Medusa’ também significa ‘sabedoria feminina’, e seu simbolismo foi transportado da Líbia, onde as amazonas a cultuavam como a Deusa Serpente, a Atena desta região, para a Grécia, onde ela ganha outras conotações e é apartada de Atena, transformada pelos gregos em inimiga da Górgona.

Curiosidades: Você Sabia?

- O rosto da Medusa foi adotado como um símbolo da luta feminista.

- As esculturas e pinturas da Medusa decoravam os telhados de templos gregos e acreditava-se que afugentava os maus espíritos.

- Os corais do Mar Vermelho são atribuídos ao sangue de Medusa, o qual respingou com a passagem de Perseu quando esse sobrevoou o local com seu cavalo alado.


Fontes: Wikipédia - suapesuisa - todamateria - infoescola
Compartilhar

Anterior
Próximo
Davi Holanda

Editor

Posts relacionados

0 comentários: